MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
26/03/2013
REVIEW - DVD: SUPERMAN VS. ELITE
 
 
Superman vs. Elite
 
 
 
 
 
 
 
 


No mundo dos quadrinhos de super-heróis existe uma luta constante entre os conceitos mais clássicos e a violência da atualidade, luta essa que tem destaque desde a década de 1980. O Superman, por décadas, vem sendo o exemplo definitivo do herói bom moço, que não mata e até, quando possível, tenta resolver as situações de perigo apenas na conversa.

Por isso mesmo, a grande maioria das HQs que apresentam conflitos de gerações envolvem o homem de aço de uma maneira ou de outra. Em 2001, o roteirista Joe Kelly criou a equipe Elite, uma homenagem a outro grupo, o ultraviolento Authority. A Elite acabou enfrentando o Superman numa edição da revista Action Comics, que rapidamente chamou muita atenção, sendo votada até hoje como uma das melhores histórias do Superman.

O porquê de uma trama cheia de furos, sem nenhuma novidade, comum em todos os sentidos, chamou tanta atenção, ainda me é um mistério. De qualquer modo, o sucesso fez com que a HQ fosse uma das escolhidas para ser adaptada para um longa-metragem animado, e o resultado é Superman vs. Elite (Superman vs. The Elite), roteirizado pelo próprio Kelly.

A trama é basicamente a mesma: surge a Elite, um grupo de heróis que não pensa duas vezes antes de matar os vilões, conquistando a opinião pública. Logo isso causa problemas com o Superman (George Newbern). A diferença é que no desenho tudo está mais bem trabalhado, o cenário geral é mais bem apresentado, as opiniões do herói kryptoniano e do líder da Elite, Manchester Black (Robin Atkin Downes) não soam tão artificiais, expondo de maneira mais crível os dois pontos de vista.

Até alguns supervilões relativamente conhecidos são inseridos, junto de algum pano de fundo que também ajuda a compor uma história mais convincente, que deixa de ser apenas uma desculpa para um quebra pau em grande escala.

No final, continuamos sem “a melhor história do Superman” nos últimos 20 anos, mas temos sim uma animação com um bom roteiro, boas doses de ação, e bem menos pretenciosa do que o quadrinho original.

O ponto negativo vai para o visual escolhido, que foge completamente do que se costuma ver nas animações adaptadas da DC Comics, parecendo excessivamente infantil, destoando demais do teor mais adulto da trama. 

Vozes originais: George Newbern, Robin Atkin Downes, Pauley Perrette. Roteiro: Joe Kelly. Direção: Michael Chang.

Veja também:
  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil