MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
29/02/2008
COLUNA - MR. SPOILER: MIGHTY AVENGERS, X-MEN E MAIS TRÊS LANÇAMENTOS
 
 
Mighty Avengers #7
 
 
Angel - After the Fall #3
 
 
X-Men #207
 
 
Invincible Presents Atom Eve #1
 
 
Witchblade #114
 
 
 
 
 
 



Bem-vindo ao Mr. Spoiler, coluna do HQ Maniacs onde você encontrará resenhas dos mais recentes lançamentos dos Estados Unidos. Mas cuidado! Não são só as indicações do que é bom ou ruim no mercado estadunidense que constituem esta coluna. Como o próprio nome deixa claro, aqui você encontrará vários spoilers sobre os grandes acontecimentos do momento: mortes, ressurreições, novos status quo e muito mais.

:: MIGHTY AVENGERS #7
Por Vinícius Schiavini
Marvel Comics
Argumento: Brian Michael Bendis
Desenhos: Mark Bagley
Arte-final: Danny Mikki & Crime Lab Studios, Allen Martinez & Victor Olazaba
Cores: Justin Ponsor
Brian Bendis decidiu lançar mais uma equipe de Vingadores em uma nova série. O problema é que o desenhista, Frank Cho, apesar de ótimo, tem tantos projetos que não consegue cumprir nenhum no prazo - e aí a revista atrasou bastante.
O primeiro arco, com um novo Ultron, terminou na edição #6, mas em New Avengers (bem adiantada, bem como interligada, em relação a Mighty Avengers) todos já sabiam que o próximo arco de Mighty teria uma invasão de simbiontes. A solução para diminuir o atraso foi chamar Mark Bagley, que nunca perdeu um prazo (mesmo com 2 ou 3 mensais), e lançar duas ou três edições quase que semanalmente.
O problema é que Bendis consegue enrolar muito em uma edição, com páginas de discussão sobre a Mulher-Aranha entrar na equipe (é um teste do Homem de Ferro para ver quem é skrull) e sobre novos uniformes para Magnum.
Então, simbiontes caem do espaço e começam a dominar civis nas ruas. Quando a equipe parte para a luta, a edição acaba!

:: ANGEL - AFTER THE FALL #3
Por Leonardo Vicente
IDW Publishing
Argumento: Joss Whedon e Brian Lynch
Arte: Franco Urru
Cores: Jason Jensen
Com o sucesso da continuação de Buffy em quadrinhos pela Dark Horse, não demorou muito para Angel seguir o mesmo caminho, só que pela IDW. A idéia faz até mais sentido com Angel, já que o final de seu seriado deixou tudo em aberto, com os heróis feridos em direção a uma batalha impossível de se ganhar.
O próprio criador da série, Joss Whedon, se uniu ao roteirista Brian Lynch, que vinha fazendo sucesso escrevendo tramas com o vampiro Spike, e juntos conseguiram, em somente três edições, deixar os fãs mais do que felizes, e muito, mas muito empolgados com as muitas reviravoltas no mundo de Angel.
Em retaliação aos eventos do final do seriado, toda a cidade de Los Angeles foi enviada ao Inferno. Cada bairro é dominado por um lorde infernal, e Angel se vira quase sozinho para amenizar a situação.
O quase é por conta de dois parceiros. O primeiro é o dragão visto no final da série, que foi “domesticado” por Angel, sendo agora sua montaria. O segundo é ninguém menos que Wesley, que mesmo tendo morrido na conclusão do programa, está de volta, agora como um fantasma ainda a serviço da Wolfram & Hart.
Mas as surpresas não param por aí. Um pequeno grupo ajuda os humanos aterrorizados pelos demônios em um setor da cidade. Tal grupo é composto por Connor (o filho de Angel), Nina (a lobisomem que por um curto período tentou um namoro com o herói vampiro) e Gwen (a ladra com poderes elétricos).
Charles Gunn agora é um vampiro enlouquecido, que culpa Angel pelo que lhe aconteceu e lidera um novo grupo, espalhando uma distorcida visão de justiça.
Uma desorientada Illyria domina um dos setores de LA, tendo Spike como um tipo de “bichinho de estimação”. Mas o vampiro consegue ajudar humanos em perigo por baixo dos panos ainda assim.
Nesta terceira edição, Angel luta com Illyria e sai bastante machucado. Como se não bastasse, arranja uma luta de enormes proporções com os líderes demoníacos de LA. A grande surpresa vem no final: se tal luta é difícil para um vampiro, imagine agora que Angel é um reles humano!

:: X-MEN #207
Por Vinícius Schiavini
Marvel Comics
Argumento: Mike Carey
Desenhos: Chris Bachalo
Arte-final: Tim Townsend, Victor Olabaza, Jon Sibal e Al Vey
Cores: Brian Reber e Edgar Delgado
X-Men #207 encerra a saga Messiah CompleX, iniciada através dos arcos de Mike Carey na revista e com dicas de como Ciclope e Xavier iriam agir através das histórias de Ed Brubaker em Uncanny X-Men. Mas, mesmo assim, não dava para esperar tanto.
Ao final de Dinastia M, a Feiticeira Escarlate declarou: Chega de mutantes. E eles se reduziram a quase 200. O resto perdeu os poderes, como Jubileu e Blob. Isso muda quando nasce o primeiro bebê mutante desde esse Dia-M, e todos querem o bebê para si, para poder manipular o futuro da raça. Estão na briga os X-Men, os Carrascos e os Purificadores, mas, durante a saga, outros lados aparecem. Com isso surgiu a nova X-Force, uma força assassina apoiada por Ciclope (cada vez mais direto e extremista) e liderada por Wolverine (nada mais natural).
A edição final da saga já começa surpreendente, com Cable (que está com o bebê) fugindo do Predador X, uma criatura que se alimenta de mutantes. O Predador então abocanha Bishop, que traiu os X-Men para matar o bebê (o nascimento do bebê é o evento que pode dar início ao futuro sombrio de onde Bishop veio). Os Novos X-Men (os estudantes) entram na luta contra os Carrascos, bem mais experientes, mas que nunca viram os jovens na vida.
É uma pena que, a partir daí, os desenhos de Chris Bachalo comecem a comprometer a leitura. Tudo fica horrível de entender de primeira. Mesmo quando Vampira acorda e decide matar Mística absorvendo suas memórias ou quando Cable entrega o bebê para Ciclope (depois pega de volta e vai embora com a criança para o futuro), tudo está mal desenhado, às pressas.
Engraçado como ainda confiaram em Bishop. Ele traiu a equipe recentemente durante a Guerra Civil, e agora piorou, acertando Xavier com um tiro na cabeça. Agora é saber como serão as histórias dos X-Men sem Xavier.

:: INVINCIBLE PRESENTS ATOM EVE #01
Por Leonardo Vicente
Image Comics
Argumento: Benito Cereno
Arte: Nate Bellegarde
Cores: Bill Crabtree
Desde o início da série mensal Invencível, sempre se fez presente um excelente elenco de apoio, tão interessante quanto o protagonista da série. Prova disso são as várias edições que deram mais destaque a esses coadjuvantes do que ao personagem principal.
Eve Atômica é uma das personagens que muitas vezes roubam a cena, e agora faz seu primeiro vôo solo, numa mini-série que apresenta sua origem.
Supervisionada por Robert Kirkman, a trama literalmente apresenta Eve desde seu nascimento, mostrando o desenvolvimento de seus poderes, sua infância, a relação com seus pais e o início de sua carreira super-heróica.
Felizmente, mesmo sem Kirkman como escritor, todo o clima de Invencível é mantido: relacionamentos familiares e boas dosagens de humor, drama, reviravoltas e ação, nunca esquecendo da interferência governamental, aqui ainda mais importante do que em Invencível. Para completar o clima, o colorista da série mensal do herói, Bill Crabtree, participa do projeto, ajudando a manter a identidade visual, mesmo que Nate Bellegarde lembre mais Erik Larsen do que Cory Walker ou Ryan Ottley.

:: WITCHBLADE #114
Por Vinícius Schiavini
Image Comics/Top Cow
Argumento: Ron Marz e Ian Edginton
Arte: Sami Basri
Cores: Imaginary Friends Studios
Witchblade
é a única série da Top Cow que foi ligeiramente cuidada, se mantendo até hoje, chegando a mais de cem edições, ao contrário de Darkness, por exemplo. Isso levou a editora a prestar mais atenção na série, que evoluiu nos roteiros e na arte.
A partir do momento em que a Witchblade passou a ficar com duas mulheres (Sara Pezzini, que já era a Witchblade, e a novata Danielle Baptiste), a premissa ficou mais interessante, porque é possível trabalhar com vários núcleos separadamente.
Sara está de mudança, e Danielle vai para um jantar com um homem que salvou na noite anterior. O que estraga é que Dani vai logo contando tudo que sabe (não que seja muito) sobre a manopla.
Sara engravidou e já deu a luz. Então, se temos um bebê, temos... fantasmas! E nos bichinhos de pelúcia! Um dos maiores clichês é um fantasma rondar um bebê, principalmente se for o espírito de uma mãe. Nesse caso, o espírito precisa da vida do bebê, que é pura.

  facebook


 
Tags : Mr. Spoiler, :: MIGHTY AVENGERS #7, Brian Michael Bendis, Mark Bagley, Danny Mikki & Crime Lab Studios, Allen Martinez, Victor Olazaba, Justin Ponsor, Frank Cho, Ultron, New Avengers, Mulher-Aranha, Homem de Ferro, Magnum, :: ANGEL - AFTER THE FALL #3, Joss Whedon, Brian Lynch, Franco Urru, Jason Jensen, Buffy, Angel, Spike, Wesley, Connor, Nina, Gwen, Charles Gunn, Illyria, , :: X-MEN #207, Mike Carey, Chris Bachalo, Tim Townsend, Victor Olabaza, Jon Sibal, Al Vey, Brian Reber, Edgar Delgado, Messiah CompleX, Ciclope, Xavier, Ed Brubaker, Dinastia M, Feiticeira Escarlate, Jubileu, Blob, X-Men, Carrascos, Purificadores, X-Force, , Wolverine, Cable, Predador X, Bishop, Novos X-Men, Vampira, Mística, Guerra Civil, :: INVINCIBLE PRESENTS ATOM EVE #01, Benito Cereno, Nate Bellegarde, Bill Crabtree, Invencível, Eve Atômica, Robert Kirkman, Erik Larsen, Cory Walker, Ryan Ottley, :: WITCHBLADE #114, Ron Marz, Ian Edginton, Sami Basri, Imaginary Friends Studios, Witchblade, Darkness, Sara Pezzini, Danielle Baptiste




 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil