MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
17/10/2014
REVIEW - CINEMA: LIVRAI-NOS DO MAL
 
 
Livrai-nos do Mal
 
 
 
 
 
 
 
 


Filmes de possessão demoníaca são essencialmente filmes cristãos, pois se existe um demônio, tem que haver a sua contraparte, ou seja, Deus. E esta contraparte sempre é simbolizada pela figura de um padre ou um religioso que anda meio decepcionado com suas crenças. Em Livrai-nos do Mal (Deliver Us From Evil), do diretor norte-americano Scott Derrickson (A Entidade, 2012; O Exorcismo de Emily Rose, 2005), temos um policial cético que acaba recorrendo a um padre ex-viciado em drogas pesadas. Portanto, a mistura do policial durão com o padre “que sabe da verdade” resulta num thriller policial em que o bandido a ser perseguido é ninguém menos que o próprio capiroto. E, como de praxe, o tinhoso adora fazer capirotices e apavorar todo mundo por perto, no mínimo. Como Derrickson tem experiência com o horror, especialmente com possessões e afins, o resultado agrada. Mas tem lá seus momentos de declínio.

O personagem principal, Ralph Sarchie, interpretado por Eric Bana, é um policial workaholic que esconde os traumas vividos em sua profissão. A situação se agrava ainda mais quando uma mulher atira seu bebê no poço que separa os visitantes da jaula em um zoológico. Ao investigar o caso, Sarchie se depara com acontecimentos estranhos, inexplicáveis, até que acaba cedendo e entra em contato com o padre Mendoza (Édgar Ramírez), que passa a auxiliar na investigação até revelar as verdades místicas que o policial tanto fazia questão de ignorar. Aí começa uma sequência de diversos clichês sobre as figuras do cético e do crédulo, como já visto em inúmeros filmes e livros. O resultado é o de sempre: Sarchie dá o braço a torcer e se redime perante Deus, pede perdão e, enfim, torna-se apto a combater o demônio. Quase um sermão.

E os clichês não param por aí, só que eles se alternam entre os lugares-comuns do thriller policial e do horror. Em toda cena que se propõe a provocar medo, é quase abusivo o uso de efeitos sonoros, de pouca luz, de lugares inóspitos e dos closes. Tais recursos são usados de maneira direta, com pouca sofisticação em causar a tensão pelo desconhecido, o que leva ao medo. Porém, as cenas de possessão em si não deixam a desejar, com boas atuações e ótimas maquiagens.

Só como curiosidade... No início há a informação de que o filme foi baseado no livro Beware the Night, escrito pelo ex-policial Ralph Sarchie, que se tornou um demonologista e detalhou em seu livro alguns de seus casos de investigação paranormal. Acontece que o filme não tem qualquer ligação com o livro, e a história do longa é totalmente original.

Livrai-nos do Mal muito provavelmente não vai se tornar um clássico, mas deve agradar aos fãs do gênero.

Elenco: Eric Bana, Édgar Ramírez, Olivia Munn, Sean Harris, Joel McHale, Chris Coy, Dorian Missick, Rhona Fox, Valentina Rendón, Olivia Horton. Roteiro: Scott Derrickson e Paul Harris Boardman, baseado na obra de Ralph Sarchie e Lisa Collier Cool. Direção: Scott Derrickson.

Veja também:
- Galeria com 28 imagens do filme
- Notícias, vídeos e notas de produção de Livrai-nos do Mal
- Outros reviews e matérias

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil