HQ NO BRASIL
 
  
 
30/06/2008

WW Chicago: novidades da Marvel Comics

Atenção! Essa notícia contém spoilers de histórias que ainda não foram publicadas no Brasil.

Neste final de semana, aconteceu em Chicago a convenção de quadrinhos Wizard World. Como de costume, editores, autores e fãs se reuniram para discutir as novidades. Confira alguns destaques da Marvel Comics.

Os guerreiros de Nick Fury e os Skrulls

Em janeiro, será lançada uma nova série, intitulada Secret Warriors. Os roteiros estão a cargo de Brian Michael Bendis e Johnathan Hickman. Ainda não há desenhista definido.

A revista será protagonizada por Nick Fury e seus recrutas, que fizeram sua aparição em Mighty Avengers #13 e na página final de Secret Invasion #3. “Quem sobreviver à Invasão – nem todos sairão vivos – estará em Secret Warriors”, diz Bendis. Incluído na equipe, está o deus do medo Phobos, o filho de Ares.

Em Mighty Avengers #18, os leitores descobrirão como a equipe foi treinada. “Desde Guerra Secreta, demos pistas que Nick Fury possuía os Arquivos Caterpillar”, diz Bendis, referindo-se aos arquivos secretos sobre filhos e netos de seres superpoderosos cuja genética foi alterada para que também desenvolvessem superpoderes. Quando soube da Invasão, Fury se escondeu e começou a reunir a equipe.

Bendis também deu pistas sobre um novo projeto seu, descrito como os "Illuminati do Mal". Dr. Destino, Emma Frost, Namor e outros personagens irão participar da história, que terá arte de Alex Maleev.

Skrull Kill Crew, grupo de indivíduos que ganharam poderes por causa do DNA Skrull e que combatem a influência alienígena na Terra, estará de volta em Mighty Avengers #16.

Mais What If?

O editor Nate Cosby revelou que está cuidando de um especial What If? que mostra Bruce Banner como o vencedor da saga Hulk Contra o Mundo. Os roteiros são de Greg Pak e a arte, de Chris Giarrusso.

Já o editor Mark Paniccia está a cargo do especial que mostra o que aconteceria se o Homem de Ferro houvesse morrido, no lugar do Capitão América. O roteirista será Marc Sumerak e o desenhista, Trevor Goring.

E o editor Justin Gabrie revelou que está cuidando de quatro What If?: um de Dinastia M, que mostra o que aconteceria se a Fetiticeira Escarlate houvesse decretado o fim dos superpoderes; um do Homem-Aranha que mostra Mary Jane sendo baleada, em vez da Tia May; um de Guerras Secretas sobre o que aconteceria se o Dr. Destino houvesse ficado com o poder de Beyonder; e, por fim, uma história de apoio que será publicada nas páginas deste cinco especiais anunciados, que mostra os Fugitivos se tornando os Jovens Vingadores.

O especial de Dinastia M será escrito por Brian Reed e ilustrado por Jim McCann. Steven Grant escreve o do Homem-Aranha, enquanto Karl Bollers cuida do What If? de Guerras Secretas. E a história dos Fugitivos está a cargo de C.B. Cebulski e do desenhista Patrick Spaziante.

Tempestade ganha minissérie

Storm: Worlds Apart
é o nome da minissérie em quatro edições que irá abordar a dualidade da vida de Tempestade. Ao mesmo tempo em que é esposa do Pantera Negra e rainha de Wakanda, é também um dos membros mais prolíficos dos X-Men.

A minissérie estréia em outubro. Os roteiros são de Chris Yost e o desenhista ainda não foi anunciado.

Segundo Yost, Worlds Apartirá explorar a posição de Tempestade como uma líder da raça mutante e líder de uma nação africana. E enquanto Wolverine é capaz de integrar cinco equipes ao mesmo tempo, Tempestade acha a situação um pouco desgastante. Um minuto ela está atravessando dimensões ao lado do marido e do Quarteto Fantástico e no seguinte, está lutando pelo destino de sua espécie em Messiah Complex”, diz Yost.

Além de Pantera Negra e Tempestade, a história contará também com a participação de Nehzno, Dora Milaje, Ciclope e dos X-Men. “Os mundos de Tempestade estão prestes a colidir. Ou de se separarem. Talvez as duas coisas”, encerra Yost.

Motoqueiro Fantasma vs. Motoqueiro Fantasma

O Motoqueiro Fantasma da Marvel atualmente é Johnny Blaze. Blaze está atrás de Zadkiel, o anjo renegado responsável por sua condição de hospedeiro atual do Espírito da Vingança. Ter um ser poderoso como o Motoqueiro Fantasma em seu encalço é algo com que se preocupar, porém Zadkiel tem um aliado – Danny Ketch, irmão de Blaze que foi o hospedeiro do Espírito da Vingança nos anos 90.

Jason Aaron, escritor da revista mensal do personagem, comentou sobre as próximas edições, que colocarão irmão contra irmão.

Blaze ainda não sabe que Ketch está trabalhando para o anjo. Quando descobrir, será um baque e tanto. As motivações de Ketch para se aliar a Zadkiel serão explicadas nas próximas edições, e também na futura minissérie Danny Ketch: Ghost Rider, com roteiros de Simon Spurrier e arte de Javier Saltares que será lançada em outubro.

Segundo Spurrier, a mini irá mostrar as razões de Ketch para se aliar ao inimigo do irmão. O desafio, segundo ele, é não transformar Danny em um vilão – o personagem possui motivos válidos para agir assim. Para o roteirista, Danny é mais emocionalmente instável que Blaze. “Ele passou um bocado de tempo, na série dos anos 90, tentando se livrar da maldição do Motoqueiro Fantasma”, diz ele. “Crucialmente, aquilo que transforma Danny em um personagem tão fantástico é que, sob suas falhas e fraquezas, há um núcleo inquebrável de decência”.

No começo da minissérie, Danny chegou ao fundo do poço, bebe todas as noites, a fim de esquecer alguns acontecimentos recentes. “No princípio da história, Danny descobre algo que deseja desesperadamente, que não consegue viver sem. A ironia é que isso é exatamente a coisa que ele passou tanto tempo nos anos 90 tentando se livrar”, explica Spurrier. “No começo da mini, Danny Ketch é um ser humano comum, com problemas emocionais, mas os leitores logo começam a perceber que há mais acontecendo do que uma simples mudança de lealdade. Sim, esta é a história sobre como ele se torna o Motoqueiro Fantasma – exceto que não pela primeira vez. Provavelmente revelei mais que deveria, mas é isso”.

Spurrier pretende ser fiel às histórias passadas de Ketch, sem alterar acontecimentos passados. “É uma história sobre a descoberta de que a coisa de que mais se fugiu é aquilo que você mais precisa. É sobre força de vontade, força física, superação de vícios, sobre a arte da manipulação e sobre a boa e velha guerra divina. Ah, e é narrada por um pássaro falante!”

A minissérie irá preencher as lacunas entre passado e presente de Ketch e trará uma interligação direta com uma grande revelação que será feita em Ghost Rider #28, que também será lançado em outubro.

Ghost Rider #26 e #27 trazem o arco que marca o retorno de Ketch na revista. Situa-se nas montanhas do Tennessee, em uma cabana que é muito importante para o Motoqueiro Fantasma. Blaze vai até lá em busca de respostas. Ketch vai para queimá-la. Veremos o retorno de diversos vilões antigos, bem como a aparição de uma nova versão do Coveiro. "Ela é muito diferente da versão anterior do Coveiro (que era um homem que servia como mentor para Ketch) e será um personagem importante no futuro da série”, diz Aaron.

Wolverine em Manifest Destiny

Jason Aaron também é o responsável por Wolverine: Manifest Destiny, minissérie em quatro edições que estréia em outubro, com a arte de Steven Segovia. A história mostrará quais problemas as recentes mudanças nos X-Men trarão para o mutante canadense.

Os X-Men se mudaram para São Francisco, porém Wolverine tem um passado no lugar. “Cinqüenta anos atrás, ele foi proibido de retornar a Chinatown. Quando ele volta a pisar no lugar, irrita um monte de gente e, rapidamente, todos os lutadores de Kung Fu de todos os dojos da cidade estão atrás dele”, diz Aaron.

Para piorar a situação, uma ex-namorada de Wolverine é agora a líder da Tríade local. A serviço dela, estão quatro guerreiros com habilidades impressionantes, “como o sujeito chamado Soulstriker, que literalmente dá socos nas almas de seus oponentes”, revela o roteirista.

Novos artistas exclusivos da Marvel

Dan Abnett
e seu parceiro Andy Lanning, a dupla responsável pelo título dos novos Guardiões da Galáxia, assinaram um contrato de exclusividade com a Marvel Comics. O contrato, entretanto, permite que eles terminem as 15 edições programadas para o título do Authority, da Wildstorm.

A dupla de roteiristas britânicos, responsável também por Aniquilação 2: A Conquista e pelo relançamento da revisa mensal do Nova ano passado, declarou que espera ter a chance de trabalhar em áreas mais “terrenas” do Universo Marvel no futuro. “Por enquanto, o cosmos é nosso playground. Somos ambos fãs, desde crianças, dos personagens cósmicos da editora”.

Na mensal do Nova, a dupla promete trazer o personagem para a Terra, onde ele irá defender o Projeto Pégaso e encontrar alguns coadjuvantes inesperados, terminando com algo que “irá chocar os fãs de Nova e mudar o personagem para sempre”. Já nos Guardiões da Galáxia, as futuras edições trazem uma interligação com a saga Secret Invasion, seguidas por “mais diversão com a Igreja da Verdade Universal, o mistério de Vance Astro e Águia Estelar, o retorno de uma raça alienígena das antigas e uma revelação de um grande mal inesperado”.

Luke Ross assume o Capitão América

Outro artista que acaba de assinar um contrato de exclusividade com a editora é o desenhista brasileiro Luke Ross (Jonah Hex e Samurai: Entre o Céu e a Terra). Ross irá se juntar a Ed Brubaker e ao desenhista Steve Epting a partir da edição #43 da revista mensal do Capitão América, substituindo o desenhista Mike Perkins.

Segundo Ross, a oferta para desenhar o título do Sentinela da Liberdade veio antes do contrato de exclusividade. “Quando conversei com o editor Tom Breevort sobre a revista, ele me perguntou se eu estaria interessado em me tornar exclusivo da Marvel – e eu aceitei”.

Ross e Epting irão se alternar nos arcos de histórias, tal qual Perkins e Epting faziam anteriormente.

Um projeto misterioso

Durante a convenção, a editora mostrou mais uma imagem promocional de algo que parece ser uma nova série. A primeira foi revelada na Wizard World Philadelphia, em junho.

As duas imagens são quase inteiramente em preto e branco. A primeira mostrava um homem e esta segunda mostra uma mulher, cada um segurando uma arma. A mulher tem olhos verdes e um X no peito. Já o homem usa chapéu e óculos de lentes vermelhas. No cano da arma que ele segura, está escrito 2009. A editora não comentou nada sobre as imagens, que podem ser vistas abaixo.

Novidades do Ultiverso

Dois títulos estiveram em evidência durante a discussão sobre o Universo Ultimate, Ultimate Spider-Man e a saga Ultimatum.

O título do Homem-Aranha sofrerá alterações graças a Ultimatum, como mudanças nos personagens e no tom da revista. Ultimatum é uma minissérie em seis edições, escrita por Jeph Loeb e desenhada por David Finch, que irá alterar para sempre o Ultiverso. A saga terá ramificações em todos os títulos da linha. “No mês em que Ultimatum for lançada, terá conseqüências na revista do Homem-Aranha, e nem todos sairão vivos”, diz Bendis.

Falando sobre Ultimate Spider-Man, foi revelado que Morbius voltará à revista, bem como Demolidor e Elektra. E Manto e Adaga também aparecerão em breve. Um anual será lançado em outubro, e irá abordar a possibilidade de um relacionamento carnal entre Peter Parker e Mary Jane.

Um slide da capa de Ultimate Spider-Man #126, com o Homem-Aranha trajando o uniforme negro e enfrentando a segunda formação dos Supremos foi mostrado. O arco irá interligar a trama da revista com o jogo de videogame do personagem. Metade do arco mostrará como o jogo se enquadra na continuidade, a outra metade traz o retorno de Carnificina e de Gwen Stacy.

Os slides de Ultimatum mostraram o Quarteto Fantástico, Namor, Dr. Destino e a terceira formação dos Supremos. Um desastre “orgânico e maciço” irá acontecer no Ultiverso, e será abordado também em Ultimate Spider-Man.

As capas de Ultimate Origins #1 a #4 foram mostradas, trazendo o Capitão América, Magneto e Hulk. A versão Ultimate do Vigia irá estrear em breve em Origins.

A Marvel Comics é uma das principais editoras de quadrinhos nos EUA, com personagens como Homem-Aranha, X-Men, Quarteto Fantástico, Hulk, Capitão América, Homem de Ferro, Thor e Demolidor. A empresa foi fundada em 1939 como Timely Publications e era conhecida como Atlas Comics na década de 1950. O lançamento do Quarteto Fantástico por Stan Lee e Jack Kirby e outros personagens no início da década de 1960 foi um marco importante para o sucesso que continua até hoje.



  facebook

 

 



 
 

Tags : Atenção! Essa notícia contém spoilers de histórias que ainda não foram publicadas no Brasil., Wizard World, Marvel Comics, Os guerreiros de Nick Fury e os Skrulls, Secret Warriors, Brian Michael Bendis, Johnathan Hickman, Mighty Avengers, Secret Invasion, Phobos, Ares, Guerra Secreta, Illuminati, Dr. Destino, Emma Frost, Namor, Alex Maleev, Skrull Kill Crew, Mais What If?, Nate Cosby, Hulk Contra o Mundo, Greg Pak, Chris Giarrusso, Mark Paniccia, Homem de Ferro, Capitão América, Marc Sumerak, Trevor Goring, Justin Gabrie, Dinastia M, Fetiticeira Escarlate, Homem-Aranha, Mary Jane, Tia May, Guerras Secretas, Beyonder, Fugitivos, Jovens Vingadores, Brian Reed, Jim McCann, Steven Grant, Karl Bollers, C.B. Cebulski, Patrick Spaziante, Tempestade ganha minissérieStorm: Worlds Apart, Pantera Negra, X-Men, Chris Yost, Wolverine, Quarteto Fantástico, Messiah Complex, Nehzno, Dora Milaje, Ciclope, Motoqueiro Fantasma vs. Motoqueiro Fantasma, Johnny Blaze, Zadkiel, Danny Ketch, Jason Aaron, Danny Ketch: Ghost Rider, Simon Spurrier, Javier Saltares, Coveiro, Wolverine em Manifest Destiny, Wolverine: Manifest Destiny, Steven Segovia, Soulstriker, Novos artistas exclusivos da MarvelDan Abnett, Andy Lanning, Guardiões da Galáxia, Authority




 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil