HQ NO BRASIL
 
  
 
02/08/2007

Liefeld comenta retorno à Image e novo Youngblood

Como você leu aqui, o “mestre” Rob Liefeld está voltando à companhia que ajudou a fundar, a editora Image Comics: um novo encadernado em capa dura de sua série seminal, Youngblood, está no prelo para ser lançado no fim deste ano, com diversas alterações e um novo final, escrito por Joe Casey. Além disso, uma nova série mensal da equipe será publicada a partir do início de 2008, também com roteiros de Casey e arte de Derec Donovan. Recentemente, Liefeld comentou seu retorno triunfal.

Apesar das circunstâncias nada amigáveis de sua saída da Image no final da década de 1990, Liefeld afirmou que sempre pensou que um dia retornaria à casa, só não imaginava que seria tão cedo. “Sempre imaginei que faríamos algo juntos lá pelo vigésimo aniversário da Image”, disse. “Juntos, nós criamos mágica de verdade no passado, e como resultado disso, sempre estaremos ligados de alguma forma.”

Liefeld diz que, como ele, todos os envolvidos nesta história amadureceram, e que o passado é passado; diz também que o retorno à editora que ajudou a fundar, agora apenas como um cliente, não poderia lhe parecer mais certo e natural.

Perguntado sobre porque justamente a Image ter sido a escolhida para o retorno da Youngblood, em vez de editoras como a Dynamite (que durante muito tempo deteve os direitos de publicação sobre o catálogo de Liefeld) ou a ICON (selo da Marvel Comics para títulos autorais), o quadrinista respondeu que o responsável, no fim das contas, foi o roteirista Robert Kirkman (de Invencível e Os Mortos-Vivos, ambos publicados no Brasil pela HQM Editora, este último premiado com o HQ Mix por Melhor Álbum de Terror).

“Na verdade, eu estava prestes a assinar com outra editora, quando comentei com meu amigo Kirkman e ele jogou a idéia de eu ver o que poderia acontecer com a Image. Ele tem falado sobre isso há anos, mas dessa vez ele se mexeu rápido para facilitar uma reunião”, afirmou. “Honestamente, sem Kirkman esse acordo nunca iria sair. E uma vez que ele o propôs, senti que não havia lugar melhor para estes personagens. Eric Stephenson [atual Diretor Executivo da Image] cuidou dos meus títulos Extreme e me sentia mais do que confortável com ele e Kirkman é alguém em quem confio, então não pareceu uma idéia implausível.”

“Kirkman voltou um dia depois e disse que o negócio estava feito”, continuou Liefeld. “O que acontece é que ele tem movimentado as coisas nos bastidores já há algum tempo. Ele realmente é um filho da Image Comics, nosso maior embaixador e uma incrível história de sucesso, por seus próprios méritos. Portanto, uma vez que ele botou abaixo os obstáculos, era hora de pôr mãos a obra.”

O artista falou então sobre o por que de estar sempre revisitando Youngblood. “A primeira edição da história saiu descuidada por conta de minha distração em sua produção. Metade da número #1, a metade com a equipe de Shaft, é interrompida abruptamente porque eu não tinha mais tempo, mas ela funciona, apenas não tão bem quanto se eu tivesse tido tempo para terminar a história como eu havia planejado. E sim, como eu tenho a arte original e posso mudá-la, continuo a fazer alterações. Tenho uma obsessão à moda de George Lucas com este material.”

Mas Liefeld definitivamente acredita no potencial de sua criação, afirmando que o conceito e a premissa por trás de Youngblood são bastante fortes, e que mesmo com toda a prosperidade da indústria nos anos 1990, a marca de um milhão de cópias vendidas da primeira edição não era uma marca que poderia ser atingida por qualquer título. “Mas Youngblood ainda tem o que melhorar, e até hoje tem tanto potencial, que ainda não chegou nem perto de ser completamente explorada, como Casey tem mostrado tão bem. Suas idéias para a nova série são fantásticas, muito envolventes e divertidas”, completou.

E com uma nova série engatilhada, não se poderia deixar de perguntar sobre o futuro de duas séries de Youngblood que permanecem sem final: Imperial e Bloodsport. Quanto a isso, Liefeld afirmou que o plano é esperar a série de Casey decolar para só então concluir estas histórias, com Bloodport #2 e #3 saindo por volta de março e maio de 2008. Já Imperial ganhará um encadernado com as edições publicadas, mais o final inédito e material adicional. Quanto a possíveis atrasos também na nova série, o artista afirmou que, visto que Casey mantém em dia o cronograma de sua outra série, Godland, espera que o mesmo aconteça em Youngblood.

O desenhista, roteirista e editor Rob Liefeld adquiriu fama no mundo das histórias em quadrinhos no início da década de 1990, desenhando títulos para a Marvel Comics como Novos Mutantes e X-Force. Em 1992, foi um dos artistas que deixaram a editora para fundar a Image Comics, da qual saiu de maneira abrupta alguns anos depois. Tornou-se uma figura controversa no meio por conta do estilo de seu traço, cuja maior característica é o exagero na anatomia dos personagens, e acusações de plágio. Apesar disso, tem a admiração de grandes nomes como Robert Kirkman, Mark Millar e Jeph Loeb.

Youngblood é uma equipe de super-heróis criada pelo quadrinista Rob Liefeld, segundo ele, inspirada em seus planos para uma série dos Novos Titãs. Apareceu pela primeira vez em 1987, na edição especial Megaton: Explosion, mas sua estréia oficial data de 1992, quando o primeiro número do título foi lançado pela editora Image Comics, recém-fundada por Liefeld e outros artistas, como Jim Lee. Apesar das vendas sensacionais, obteve péssimas críticas. Com a saída de Liefeld da Image, passou por outras editoras e chegou a ter uma fase roteirizada por Alan Moore. Agora, a série volta à sua casa original com um encadernado recontando a série clássica, e com uma nova série mensal a ser publicada a partir de 2008, com roteiros de Joe Casey e desenhos de Derec Donovan.

A Image Comics foi fundada em 1992, por artistas em ascensão na época, como Jim Lee e Todd McFarlane, que abandonaram as grandes casas para as quais trabalhavam para criar uma empresa onde os direitos dos personagens pertencessem a seus criadores. Apesar de muitos altos e baixos, a editora sempre competiu com a Dark Horse pelo posto de terceira maior editora norte-americana de histórias em quadrinhos. Entre seus títulos de maior destaque na atualidade, estão Spawn, Savage Dragon, Witchblade, Os Mortos-Vivos e Invencível.



  facebook

 

 



 
 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil