HQ NO BRASIL
 
  
 
09/05/2005

A Semana dos Quadrinhos: 02 a 06/5

A SEMANA DOS QUADRINHOS é um resumo semanal do Neorama dos Quadrinhos que procura, mais do que apontar os sucessos de editores e autores, mostrar os caminhos pelos quais a Arte Seqüencial se encontra consigo mesma, com a sociedade e com os leitores.

Este resumo traz, com texto final de Marko Ajdarić, um apanhado do que foi publicado nas edições de 02 a 06 de abril de 2005.

:: INTERNACIONAL
100 anos de Floyd Gottfredson. E 70 do Mickey definitivo

Floyd Gottfredson: o desenhista que deu a personalidade definitiva de Mickey, completou 100 anos nesta quinta-feira, dia 5. Para sorte de Mickey, Floyd Gottfredson entrou na Disney em abril de 1930, poucos meses após o próprio Walt Disney ter criado o personagem. A arte de Floyd nas tiras de Mickey foi tão marcante que do mês seguinte em diante, o personagem lhe foi confiado, Assim, em 5 de maio de 1930, no exato dia em que Floyd Gottfredson completava 30 anos, saía a primeira tira do personagem que rapidamente encantou o mundo. Gottfredson trabalhou até os 70 anos, embora nunca tivesse tido o direito de assinar as tiras, e faleceu em 1986. O centenário teria passado em branco não fosse um belo especial da editora alemã Ehapa, que rapidamente foi motivo para a imprensa da Alemanha dedicar belas matérias ao criador.

Almada: 266 fanzines na 8ª Feira Internacional

Depois de quatro anos, Almada realiza mais uma edição da Feira Internacional do Fanzine, a oitava. E o trabalho ´de formiguinha´, quase invisível acabou sendo recompensado. A cidade portuguesa estará apreciando a maior reunião da produção independente de quadrinhos do mundo, de 13 a 21 de maio. Até o último informe oficial que recebemos, no dia 4, já havia 266 títulos de fanzines confirmados na mostra, de 17 países, incluindo 86 edições brasileiras.

Vale destacar uma sessão especial da Tertúlia BD de Lisboa, que acontecerá em meio ao evento. Até onde sabemos, a Tertúlia BD é, decerto em língua portuguesa e com muitas probabilidades de o ser no mundo, o maior centro de reuniões de fanzineiros. A livraria já sediou mais de 275 encontros de produtores independentes da Nona Arte.

Morreu Zeke Zekley

Aos 90 anos, morreu o tirista americano Zeke Zekley, que foi o auxiliar direto de George McManus na antológica série de Pafúncio (Bringing up Father), até a morte do criador da série, em 1954. Como o King Features Syndicate acabou não efetivando o esperado com o falecimento de McManus, escolhendo outro autor para seguir as tiras de Pafúncio, Zekley acabou criando sua própria série: Dud Dudley. Zekley ainda fundou a editora Sponsored Comics, e o registro que ficou de seus colegas é que foi um patrão melhor que a King Features...

O novo Capitão América

Uma nova safra do gibi do Capitão América está por vir, nos EUA. A Marvel confiou ao roteirista Ed Brubaker esta tarefa. Na primeira edição, teremos a presença do Caveira Vermelha... e mais não contamos para evitar tirar o sabor de leitores que não gostam de muitas antecipações.

Os indicados aos Prêmios Harvey 2005

Saiu a lista de indicados aos Prêmios Harvey (Harvey Awards), cuja entrega acontece em 11 de junho. Com a crescente participação do mainstrean entre os indicados aos prêmios Eisner, a atenção especial que os Harvey tem é exatamente por conta de indicar os bons trabalhos que são realizados por quadrinhistas que não ocupam os maiores espaços da imprensa geral e especializada. Não que os nomes já reconhecidos por um público maior não figurem. Concorrem, este ano, Alejandro Jodorowsky, Art Spiegelman, Brad Meltzer, Brian Michael Bendis, Brian K. Vaughan, Humberto Ramos, Jeff Smith, Garry Trudeau, Neil Gaiman e Osamu Tezuka.

Entre os indicados, ressalvamos que o canadense Seth teve reconhecido seu trabalho não só pela monumental reedição completa das histórias de Charlie Brown e seus amigos em Peanuts, mas também pelo seu minimalista e quase artesanal ´Palookaville´.

Do ponto de vista das obras que ajudam o apreciador da Nona Arte a entender sua história e suas possibilidades, houve uma bela e justa série de indicações para Fantagraphics e Komikwerks.

Canadá: os vencedores do Shuster Awards

O prêmio aos melhores do ano nos quadrinhos do Canadá - uma homenagem a Joe Shuster, um dos criadores do Superman - revelou os vencedores de sua primeira edição.

As grandes vencedoras, no contexto geral, foram obras das grandes editoras americanas de super-heróis, o que evidencia a dependência do mercado de trabalho para os artistas canadenses. Como melhor editora canadense de HQs, foi indicada a Arcana Studios. Cerebus - de Dave Sim e Gerhard, que também concorre aos Harvey, ganhou um prêmio especial por seus 300 números, um recorde absoluto na HQ canadense.

Doug Wright Awards: o outro prêmio do Canadá

Uma boa ´briga´ está lançada no Canadá, e o vencedor presumível é a arte seqüencial. Um outro prêmio, menos comentado, também tem sua primeira edição em 2005. Homenageando Doug Wright, quadrinhista que foi o maior protagonista canadense de 1940 a 1980, o prêmio começa - com pés no chão - com apenas duas categorias, mas que mostram claramente a sua vocação: melhor talento emergente e melhor obra. Os vencedores serão anunciados no dia 28, durante o Toronto Comic Arts Festival. A lista de indicados tem um perfil muito diferente da dos Shusters, e privilegia a produção veiculada no Canadá.

De nenhum a dois prêmios, é um avanço mais que considerável, e os debates comparativos entre as duas listas só fortalecem a compreensão real do potencial canadense na Nona Arte.

Condorito em espanhol nos EUA

O único personagem de quadrinhos da América do Sul a ser difundido nos EUA ganhou uma edição de 128 páginas, totalmente em espanhol. Em ´Condorito La Aventura Comienza´, ele aparece com toda a turma, numa iniciativa da Rayo, editora especializada no público latino. O preço: 15 dólares.

A Planeta anuncia uma constelação

A Planeta DeAgostini anunciou já os títulos que serão lançados no Saló 2005, em Barcelona, que espera ter mais do que os 94.000 visitantes de 2004. A extensa lista é de entusiasmar vários públicos: confira alguns dos autores incluídos: Marc Andreyko, Sergio Aragonés, Kyle Baker, Milton Caniff, Mark Millar, Muñoz e Sampayo, Fabian Nicienza, Alex Raymond, Charles Schultz, Sergio Toppi e Naoki Urasawa.

Apocalypse Nerd

Peter Bagge continua sendo um dos nomes mais ativos da cena independente, não só nos EUA como também na Europa. Depois de Hate, seu Apocalypse Nerd, começa a ser publicado pela Dark Horse. Trata-se de uma divertida série de tiras em que os atuais ´bem-sucedidos´ se mostram completamente inúteis na sociedade que sobrevem de um apocalipse em que todos os bens de consumo desapareceram. Não só o tema é muito bem sacado como, segundo quem já leu, muito bem desenvolvido.

Fullmetal Alchemist, com full force

Além do 3º RPG para PS2, em andamento, e do filme recém lançado, Fullmetal Alchemist tem mais três destaques recentes: além de estar sempre entre os líderes de vendagem entre os mangás no Japão, a criação de Hiromu Arakawa chega a seu primeiro TP, nos EUA, com 192 páginas em preto e branco, a 10 dólares. A última novidade vem da editora japonesa Gakken, que anunciou o lançamento de um livro de 176 páginas que utiliza os personagens da série como apoio didático no aprendizado do idioma inglês.

Will Eisner no MoCCA

´Will Eisner: a Retrospective´ é o nome da grade mostra que será aberta no MoCCA. Entre os originais que o grande centro nova-iorquino de difusão dos quadrinhos irá expor estão incluídos todos os originais de Spirit, desde 1947. Por falar em Will Eisner, finalmente a maravilhosa montagem de ´Avenida Dropsie´, peça idealizada por Felipe Hirsch inspirada em Dropsie Avenue foi notícia nos EUA, através do consultadíssimo The Beat.

Nuvole in Città: dois meses de quadrinhos, em Bolonha

Bolonha leva a sério o título (um pouco auto-outorgado) de ´Capitale del Fumetto in Italia´. Até o dia 10 de junho, o evento ´Nuvole in Città´ toma conta da cidade, por meio de várias manifestações, especialmente sessões de autógrafos de autores italianos e internacionais. A maior lição que o evento tem a ofertar para outras cidades é a enorme sinergia que garante o sucesso da iniciativa: além do governo municipal e regional, estão envolvidas as fumetterias, os estudantes de Belas Artes, as editoras e claro, os quadrinhistas. O bom destes eventos é que eles geram frutos imediatos e outros que esperamos noticiar daqui há 5, 10 ou 20 anos...

Sebastian X, o surfista da Humanoïdes

Sebastian X, de Michelangelo de la Neve e Stuart Immonen, anunciado em 2003, finalmente chegou às gibiterias de França, Bélgica, Suíça e do Québec, em abril, e contou não só com o entusiasmo dos bedeïstes, mas também de revistas especializadas em surf. A trama está longe de ser um passeio pelas ondas. Michelangelo de la Neve criou um personagem ecologista que enfrenta uma das mais sórdidas corporações americanas: a indústria farmacêutica, personificada no reverendo Godstar. Um prato cheio para os trabalhos em planos abertos do canadense Stuart Immonen. Em entrevista ao uBC Fumetti, Michelangelo de la Neve não escondeu a sua satisfação em poder encontrar uma fórmula de apontar certos podres poderes atualmente intocáveis em sua pátria, a Itália. Apesar do fim do acordo Humanoïdes Associés / DC, o surfista vai chegar aos EUA em breve, pela própria DC.

Sergio Toppi em livro

A Black Velvet Editrice publicou ´Sergio Toppi: Nero su Bianco con Eccezioni´, que mostra a trajetória de um dos maiores mestres italianos vivos desde seu início no Corriere dei Piccoli até sua regular presença em publicações de vários países, passando por revistas como ´Linus´ e Corto Maltese´. O livro tem 192 páginas e custa 15 euros.

Sins Entido, internacional

A Sins Entido está ampliando seu nome já consolidado com uma das casas independentes de referência na Espanha. Um título que projeta a casa nesta direção é a publicação de um volume de Fats Waller, do argentino Carlos Sampayo (Alack Sinner) e do italiano Igort, que versa sobre a vida do genial jazzman Fats Waller e sua época. Selos que são responsáveis pela edição do álbum em outros países dão conta de sua excelência: Coconino (Itália) e Casterman (França/Bélgica). O primeiro álbum foi definido como uma ´sinfonia´ em quadrinhos, pelos resenhistas do sempre exigente BD Paradisio.

Nova minissérie de Hellboy

Em junho, Mike Mignola volta a publicar um gibi de Hellboy. O primeiro depois do sucesso que o personagem teve com o filme, em 2004. A mini, chamada The Island, tem como atrativo extra o anúncio da revelação de um segredo sobre Hellboy.

O novo da Bonelli

O primeiro dos 18 episódios (que tem o particular detalhe de ser ilustrado por Bruno Brindisi) de Brad Barron chegou às fumetterie de toda Itália na sexta-feira. Idealizada e escrita por Tito Faraci, um artista egresso da Disney, Brad Barron vai navegar entre a ficção científica, o faroeste ao melhor estilo da Bonelli e o drama existencial. O próprio Faraci garante que seu intento é realizar uma série no mais puro estilo bonelliano. Por falar em Sergio Bonelli, o principal nome da casa italiana já avisou que a Amazônia vai entrar no centro das histórias de Mister No. Principalmente, pelo lado humano.

Uma suite musical baseada em Tintin

Mats Lidstrom, violoncelista sueco residente em Londres, anunciou uma suite Tintin, dividida em várias peças, inspiradas na criação de Hergé. O CD da suite apresentara composições baseadas em diferentes aventuras de Tintin e seus amigos, como L´Ile Noire, L´Affaire Tournesol e - claro - Les Bijoux de la Castafiore. O palco para apresentação do CD, que conta com a aprovação da Fundação Moulinsart, é de gala: a Royal Academy of Music, na capital dos ingleses.

Enfim, os gibis de 75 cents da Alias

Os gibis de 75 cents da Alias Comics começam a chegar às gibiterias americanas no dia 11. O viés da safra é nitidamente comercial, na qual se misturam uma trama policial de Mike S. Miller (Deal with the Devil), que promete ser o trabalho de melhor qualidade entre as novidades a ´mangalóides, HQs de terror, mulheres bonitas e ação pura. O novo esforço editorial complementa a entrada em cena da Alias, que se apresentou ao público americano com o anúncio de XIII, o título que tornou a excelente dupla Jean van Hamme e William Vance um sucesso absoluto na Europa.

Mudanças no mercado francês

Na França, mais um golpe na editora Semic. Depois de perder os direitos de publicar quadrinhos da Marvel em 1997. A multinacional Panini vai passar a publicar os títulos da DC Comics na França. Os fãs não gostaram muito da mudança, pois o cuidado da Semic nos gibis e especiais sempre foi digno de muitos aplausos. Quem teve direito a uma ótima notícia na semana foi a L´An 2. Segundo a própria editora, um acordo pelo qual a Actes Sud vai passar a integrar o capital da editora fundada por Thierry Groensteen vai permitir um curso mais longo e seguro à casa que tem sido um dos espaços mais avançados na difusão dos quadrinhos autorais na França.

6º Salão Lisboa de Ilustração e Banda Desenhada

De 19 de maio a 5 de junho, Lisboa sedia seu maior evento dedicado à Nona Arte.

A Finlândia é o país convidado e terá direito a 6 exposições individuais e uma coletiva, que reúne mais de 20 autores. A entropia, conceito derivado da física moderna, e que representa o grau de incerteza de uma informação é a marca característica do salão desde sua 1ª edição, mas neste ano, ela está afirmada como tema central. Segundo informe publicado pela Bedeteca de Lisboa, ´a sua oferta está centrada no que é novo e diferente. Não pelo valor da novidade em si, mas sim pela sua carga ou marca do tempo que a produziu, quer se considerem os autores, quer as estórias, ou as técnicas utilizadas´. Para quem acha que a aposta possa ser alta demais, vale lembrar que foi uma finlandesa que venceu o festival Fumetto, em Lucerna, noticiado no resumo da semana passada: Amanda Vähämäki.

Na próxima semana, traremos os outros destaques, para não esgotar neste resumo um evento tão importante.

Camarões: hora de Fescarhy 2005

O 7º Festival de Caricatura e Humor de Yaoundé (Fescarhy), marca a persistência dos artistas da Nona Arte camaronesa pela afirmação do valor de seu trabalho. O salão foi aberto no dia 19 de abril, e segue até o dia 7 de maio. Nós conseguimos contornar as poucas informações sobre a edição deste ano com um documento que consideramos oportuno indicar, para que se tenha idéia aproximada de como é o ambiente do salão: uma fotogaleria da edição de 2004, posta online pela editora suíça Paquet, que claro, põem em evidencia a alegria dos claríssimos helvéticos em estar irmanados com seus colegas de Camarões: Confira aqui
http://www.paquet.li/galerie/disp_serie.php?id_album=15&stat=ok.

Joe Quesada no Newsarama

Agora, toda sexta-feira, o Newsarama, um dos sites de maior visibilidade de notícias e previews do que produzem os quadrinhos americanos, traz uma entrevista com Joe Quesada, editor-chefe da Marvel. Dan DiDio, editor-chefe da DC, provavelmente terá um espaço semelhante.

Revista gratuita de 100.000 exemplares sobre BD

Lançada em junho de 2004, a revista Zoo tenta um novo tipo de modelo de comercialização. Ao invés de 10.000 exemplares ao preço de banca de 1,90 euros, vai passar a ter 100.000 exemplares gratuitos ao público, em junho de 2005, contando que os anúncios paguem os custos de circulação. No primeiro número do novo formato, 30 resenhas de lançamentos de bandes dessinées, tiras, quadrinhos e matérias especiais sobre Sin City, o filme, 30 anos de Fluide Glacial e sobre os projetos de L´Association.

RPG da Disney

Kingdom Hearts II (ou Kingdom Hearts 2) é mais um RPG fruto da colaboração entre a Square Enix e a Disney Interactive, em que Mickey envergando uma escura capa, Donald e Pateta estão entre os principais personagens. Mas as possibilidades de encontrar o personagem com que você se identifica são inúmeras. Na verdade, mais de 100 personagens da Disney podem ser ´assumidos´ pelos jogadores. O jogo deve ser lançado no final do ano

4 novidades da WildStorm

City of Tomorrow, minissérie de seis episódios de Howard Chaykin é uma incursão na ficção científica em que empregados municipais, na verdade andróides, alteram a paz de uma aparente utopia criada na Califórnia em um futuro não muito distante, a partir do momento em que são atingidos por um vírus.

Warren Ellis, com desenhos de J.H. Williams III (de Promethea) está lançando o gibi ´Desolation Jones´, que sairá bimensalmente. Desolation Jones, um agente da Inteligência da Grã-Bretanha é o único sobrevivente de uma experimentação ´científica´ que acaba detonando boa parte de sua identidade, e o leva a aceitar um trabalho não muito limpo de detetive em Los Angeles.

A argumentista Devin Grayson (Nightwing) e Brian Stelfreeze são os responsáveis por Matador, uma série em que o personagem mais interessante é Isabel Cardona, uma policial de origem cubana discriminada por seus colegas. A série foi lançada no dia 4.

Já J. Scott Campbell e o roteirista Andy Hartnell, lançam em junho a edição 0 de Wildsiderz, terminando um hiato entre seu grande sucesso - Danger Girl - e um período em que basicamente trabalhou como capista. Wildsiderz tem pouca coisa de original, mas parece meticulosamente planejado para vender bem: trata-se de um grupo de adolescentes que não usam armas, lutam karatê e, principalmente, usam roupas extremamente vistosas.

Filme do Surfista Prateado

A 20th Century Fox, em fase final para o lançamento do filme do Quarteto Fantástico, anunciou que já começou a por em execução a produção de um filme do Surfista Prateado, em parceria com a Marvel, tendo Avi Arad como responsável. O filme, em computação gráfica, contará a origem do herói criado por Stan Lee e Jack Kirby em 1966, e que foi uma das maiores inovações temáticas do período, na Casa das Idéias, especialmente por incluir um protagonista cujas preocupações filosóficas questionavam até os limites do que seja existência. É bom lembrar que o Surfista Prateado já foi até desenhado pelo genial Moebius, o que sinaliza que potencial para um belo filme sobra. Vamos ver no que dá. Também se anunciou o 3º filme dos X-Men.

HQ de jornalista do Libération conta como se lava dinheiro

Denis Robert, um veterano jornalista do Libération, lançou pelo selo da Dargaud o 1º volume de ´Tout Va Bien´, cujo subtítulo é ´Yvan et la Banquière´, com desenhos de Thomas Clement. Assim, a série de reportagens que o tornaram célebre no âmbito do jornalismo investigativo sobre as várias formas como o dinheiro oriundo das mais várias formas de trambiques, especialmente das grandes corporações ganha uma versão que pode ajudar a ampliar um horizonte muito interessante da Nona Arte.

Novo formato para os quadrinhos europeus?

Pedro Cleto, articulista do mais que recomendável Jornal de Notícias, do Porto, publicou uma análise que considera que a multiplicação das edições de comics e mangás no mercado europeu, com seus baixos preços, tende a deslocar os criadores de bandes dessinées do atual formato de álbuns para uma possível volta das revistas.

Cães invadem o Charles M. Schultz Museum

Desde 23 de abril, e até 26 de setembro, o Charles M. Schultz Museum, em Santa Rosa, na Califórnia, sedia a exposição ´Top Dogs: Comic Canines before and after Snoopy,´ que apresenta desenhos de 50 séries em que os cães são protagonista (ou quase), como Krazy Kat, Buster Brown, Yellow Kid, Blondie, Little Orphan Annie, Mutts, Dilbert e Marmaduke.

Outra boa notícia ligada a Charles Schultz é o lançamento de ´Woodstock: A Birds Eye View´, um livro especial só com tiras do simpático e inquieto passarinho.

Kid Paddle em Game Boy Advance

Depois de vender 2.5000 álbuns pela Dupuis e de ser transformado em desenho animado, Kid Paddle, o personagem de Midam vai virar videogame. A Atari promete que o personagem estará disponível para os usuários de Game Boy Advance em novembro. Vejamos se agora o Brasil terá chance de conhecer Kid Paddle, o engraçadíssimo personagem cuja ´arma´ é o joystick antes do game, pois além dos quadrinhos, ele já está no Jetix espanhol desde março...

Novo tipo de humor: scans que comentam o que vai nos jornalões

Es la Hora de las Tortas, um dos blogs que compõem a central espanhola de sites de fãs de quadrinhos Tebelogs, apresenta uma forma jocosa que usa muito bem os recursos de Internet e seu próprio acervo e conhecimento: com o título ´la actualidad semanal a través de los cómics´, o blog traz uma forma muito eficaz e direta de humor: reproduz despachos curtos de notícias da semana e ´comenta´ através da seleção de uma capa de gibis de super-heróis. A idéia funciona por que as escolhas são muito bem feitas.

:: HQs NO BRASIL
I Encontro e Exposição de Comics, no Rio

Com apoio do Museu Histórico Nacional e espaço cedido pela Universidade Estácio de Sá, Luciano Filizola conseguiu realizar um novo marco para os quadrinhos do Rio: o I Encontro e Exposição de Comics, evento com o subtítulo ´As Histórias em Quadrinhos de Nossas Vidas: Mitos e Heróis´

Entre 5 e 7 de maio, o campus Nova América da Estácio, no bairro popular de Del Castilho, sediou palestras e exibição de vídeos, além da abertura da exposição de quadrinhos.

Entre os palestrantes, além do próprio Filizola, estavam no programa Rodrigo Fonseca, responsável pela nova linha de quadrinhos da Ediouro e Mark Novoselic, quadrinhista autor de Topman, que também está no novo número - o quinto - do fanzine sergipano O Martelo, de Erick Lima Lustosa. Esperamos em breve noticiar um balanço do evento.

Wander Antunes estréia na Espanha

L´Oeil du Diable, com roteiros do brasileiro Wander Antunes e desenhos do galego Tirso Cons, lançado pela casa suíça Paquet será lançada na Espanha, pela Recerca Editorial, que escolheu uma data muito especial para a apresentação da obra: o Saló del Cómic de Barcelona. Um selo de garantia do texto de Antunes vai com certeza ajudar a tornar a obra mais difundida: a tradução ficou a cargo de Enrique Sanchez Abuli, autor de Torpedo e um dos mais respeitados quadrinhistas em atividade na Espanha. Wander também concedeu uma entrevista ao Neorama dos Quadrinhos, publicada na segunda-feira.

Obras Completas de Carl Barks

Mais dois volumes das Obras Completas de Carl Barks chegam às bancas e livrarias do Brasil, em maio. Destaque maior para o volume 11, que reproduz ´O Segredo do Castelo´, publicada pela Editora Abril em O Pato Donald #1, de 1950.

Tintin au Pays de Soviets, no Brasil?

Um anúncio de deixar qualquer apreciador da arte de Hergé de queixo caído foi veiculado esta semana, por fontes idôneas. A Companhia das Letras estaria pensando em publicar ´Tintim no País dos Sovietes´, uma versão do primeiro álbum de Tintin. Por mais que gostemos da idéia, ainda vamos apurar melhor a informação (a editora não nos retornou uma comunicação) pois é difícil crer que a obra que ainda não teve versões autorizadas em mercados que são fiéis a Tintin há décadas o seja exatamente no Brasil, aonde a editora está retomando a série, dando a ótima oportunidade dos jovens leitores conhecerem a mais fundamental obra da nona arte de expressão franco-belga, depois de um longo período de descontinuidade.

Ivan Reis: Rann-Thanagar War 1, esgotado

As minisséries relacionadas com o evento Infinite Crisis, da DC, têm sido uma sucessão de edições esgotadas. No caso do brasileiro Ivan Reis, o primeiro de seis gibis de Rann-Thanagar War, em que ele divide a arte com Marc Campos (o roteiro é de Dave Gibbons), também foi completamente vendido, duas semanas antes do lançamento, marcado para 11 de maio. Uma reimpressão já foi providenciada, com a mesma arte da capa, apenas com mudanças na colorização.

Henfil na TV

A semana terminou com um brinde à memória do traço nacional. O Canal Brasil exibiu, no sábado, o documentário ´Cartas da Mãe´, de Marina Willer e Fernando Kinas, com narração de Antonio Abujamra, que apresentou entrevistas e animações feitas pelo Henfil, entremeadas com leituras de trechos de cartas que ele escrevia para sua mãe - Dona Maria, e que ficaram gravadas na memória de quem leu o livro e as crônicas do mesmo nome.

Miguel Imbiriba, numa entrevista em português

Gonçalo Garcia, o quadrinhista português que vem obtendo visibilidade com seu SAD no mercado francês, nos brindou esta semana com a primeira matéria de fundo em português sobre a trajetória do brasileiro Miguel Imbiriba no mercado das bandes dessinées. Numa entrevista publicada pela Central Comics, Miguel Imbiriba teve oportunidade de falar sobre a receptividade a seu trabalho com o primeiro volume de Myrkos, pela Dargaud, e da enorme dose de suor e perseverança que teve até chegar a esta vitrine.

Quadroid 2

Já está online o número 2 da revista digital Quadroid. A revista bimestral vem com 3 HQs de gênero e estilo bastante diferentes: ´A Casa´, uma história de terror de Alexandre Lobão e Wace; Rakkar, uma sátira às HQs de bárbaros no traço do novo talento Fabiano Pallante e uma história de ficção científica de E.C.Nickel, chamada ´Numa Terra Estranha´.

Aquablue, nova série francesa no Brasil

O Neorama dos Quadrinhos obteve autorização para publicar uma resenha do pesquisador português José de Matos-Cruz, a partir da edição de Aquablue pela Asa. A série deve ser lançada no Brasil este ano, pela Ediouro.

Aquablue é uma saga de fantasia heróica, cuja inspiração referencia os conflitos universais entre ganância e resgate. Nela, os argumentistas Thierry Cailleteau e Olivier Vatine, também ilustrador, mostram um jovem sobrevivente de um naufrágio de uma nave galáctica, que chega a um planeta cujos pescadores o tomam por mensageiro dos deuses... Segundo Matos-Cruz, Vatine procura uma nova gramática visual para a arquitetura do imaginário, e ´o resultado é deslumbrante, prodigioso...´

Ziraldo assume o Caderno B do JB

O Jornal do Brasil escolheu um dos maiores nomes da Nona Arte brasileira para passar a dirigir o seu caderno cultural, criado há 45 anos. A primeira boa conseqüência é que aumentou o número de tiras publicadas pelo matutino carioca.

Um mangá cult no cinema

Old Boy, baseado no mangá do mesmo nome de Minegishi Nobuaki e Tsuchiya Garon, publicado em oito volumes pela editora japonesa Futabasha chega no dia 13 de maio a algumas salas de cinema do Brasil. Ambientado na Coréia do Sul e na Nova Zelândia, o filme, dirigido por Park Chanwook, tem um ´detalhe´ todo especial: foi vencedor Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes, em 2004.

DVD de Batman

´Batman Animated Series: The Legend Begins´ é o novo título que traz o Homem-Morcego às videolocadoras do Brasil. A fita traz uma mostra de 110 minutos da série animada que teve um grande sucesso de público na TV norte-americana nos anos 90. Um extra que merece destaque é o ´Vamos Desenhar Batman & Superman´, que aumenta a interatividade do DVD e possibilita horas adicionais de curtição para a garotada.

Berserk e Angel Sanctuary chegam ao Brasil

Berserk, o mangá de Kentaro Miura, que já tem inúmeras versões pelo mundo, finalmente chega às bancas braseiras, pela Panini, assim como Angel Sanctuary, de Kaori Yuki, outro campeão de vendas internacional.

Berserk versa sobre um guerreiro que vaga alheio ao mundo tomado pela corrupção e pela decadência. Angel Sanctuary traz uma história de um amor proibido.

Berserk tem formato semelhante ao de Éden e Angel Sanctuary, semelhante ao de Peach Girl. As edições estão sendo traduzidas direto do japonês, mantendo a leitura ´invertida´. Cada edição brasileira vai equivaler a meio tankobon (de 100 a 120 páginas). Ambos são desaconselháveis para menores.

Nova revistas com o selo Marvel

Agora em maio estréia Geração Marvel, um novo gibi da Panini que procura atingir leitores mais jovens, com personagens clássicos - como Homem-Aranha e Quarteto Fantástico - em adaptação para os dias de hoje, reproduzindo o que é publicado pela linha Marvel Age, dos EUA. A revista, em formatinho, terá 52 páginas e distribuição setorizada.

A revista O Incrível Hulk se transforma, em julho, em Universo Marvel – uma publicação mensal de 100 páginas que trará algumas novas séries para o Brasil, que até então não tinham onde ser publicadas.

Uma graphic novel do Brasil

Octavio Aragão, que já foi coordenador de arte do jornal O Globo e subeditor de arte do jornal O Dia (o maior papão de prêmios internacionais na área, no Rio) lançou o universo Intempol, um projeto de ficção científica 100% nacional. Como fruto desse projeto, sai, no dia 15, ´The Long Yesterday´, versão em quadrinhos de um conto do livro ´Intempol: uma Antologia de Contos sobre Viagens no Tempo, de 2000. Com roteiro de Osmarco Valladão e arte de Manoel Magalhães, o thriller policial sairá pela Editora Comic Store com 48 páginas em cores, papel couché, no formato magazine ao preço de 30 reais. Segundo os autores, a obra contém uma ´vocação macunaímica que mescla os romances de Raymond Chandler aos quadrinhos de Moebius e Daniel Torres´. Vamos esperar para ver o resultado de uma aposta tão alta, mas de quem conhece o chão em que pisa.

Mostra de Samuel Casal

Com visitação gratuita até 29 de maio, Samuel Casal, o tricampeão do Troféu HQ Mix do ano passado, expõe 25 gravuras feitas em linóleo, que procuram nos ajudar a refletir sobre a influência ´da coexistência entre homens e animais. A mostra acontece no Museu do Trabalho, em Porto Alegre. Samuel Casal, atualmente editor de arte do Diário Catarinense - de Florianópolis - também é responsável pelo fato dos catarinenses terem um ilustrador de qualidade singular em suas mãos, regularmente: ninguém menos que Juarez Machado.

:: QUADRINHOS, EDUCAÇÃO & CIDADANIA
A história do Chile em quadrinhos, em 20 volumes

Já saiu o 1º volume de Histocomix, a história do Chile em quadrinhos. O projeto da série prevê que sejam lançados 20 volumes sobre quatro períodos da história do país, cada um com cinco álbuns. Os quatro períodos escolhidos são: a Guerra de Arauco, a Independência, a República e a Guerra do Pacífico. A obra retoma uma tradição chilena no setor, especialmente, da antológica revista Mampato. Pelo que nos contam os colegas do portal Ergocomics, a obra vai melhor em qualidade de documentação histórica do que em desenhos. O que é uma tendência que pode ser revertida mais facilmente do que se ocorresse o contrário...

O primeiro número relata a descoberta do Chile, e tem encontrado uma boa divulgação tanto paga quanto jornalística. Vejamos se este exemplo contagia outros editores.

USA Today: HQs são perfeitamente válidas para a educação

O jornal de circulação nacional USA Today, surpreendeu ao publicar um extenso artigo na quarta-feira, no qual os quadrinhos são considerados um instrumento completamente válido para o apoio à educação formal. Um dos fios condutores da matéria foi o crescente número de educadores e bibliotecários que apóiam o uso de gibis nas escolas. A matéria arremata com uma lista de gibis recomendáveis para leitura, a partir de 12 anos, que inclui Sandman, Usagi Yojimbo, Persepolis, Blankets além de gibis e mangás do mainstream.

Wesley Duke Lee, inspirado em HQ

O nome de Wesley Duke Lee, dentro do panorama artístico dos anos 60, no Brasil, é quase um rasgo de luz na noite da censura. Naquele tempo, ele conseguiu, com uma arte conceitual que os censores não entendiam e, portanto não barravam, dar o único recado crítico que alfinetava algumas cabeças antenadas no Brasil, com a introdução das dimensões do espaço, tempo e tecnologia nas artes plásticas, associados a uma contundente forma de expor os produtos da chamada cultura de massas. Em 1966, ele foi um dos fundadores da Rex Gallery, que sobreviveu até 1967 como um museu vivo, palco de experimentação e lançamento de novas idéias.

Pois é o fervor dos anos 60 que está exposto agora em 38 desenhos nunca expostos antes, na Pinacoteca do Estado, em São Paulo. Do alto de seus 73 anos, Wesley Duke Lee não esconde que a maior série, de 30 trabalhos, é uma adaptação de uma história em quadrinhos sobre a vida da atriz norte-americana Jean Harlow. Ingressos a 4 reais (2 para estudantes), sendo que aos sábados o ingresso é gratuito.

´Jornal na Sala de Aula´: HQs nas mãos dos alunos

O projeto Jornal na Sala de Aula, do Diário do Nordeste (de Fortaleza) existe há 8 anos. Seu principal objetivo é desenvolver o hábito de leitura entre alunos de escolas públicas. Numa nota desta semana, o jornal publicou que na Escola Municipal Germano José do Nascimento, o jornal serve até de tema de esquetes e peças nas aulas de teatro. Desde os classificados até as charges e as histórias em quadrinhos, tudo é aproveitado pelos professores na sala de aula. Para quem conhece as charges do Sinfrônio e as tiras do Capitão Rapadura, é mais do que animador fechar os olhos e imaginar as crianças debatendo estas criações na sala de aula....

Corpo de Bombeiros de Fortaleza: pioneiro na América Latina

O Colégio Militar do Corpo de Bombeiros de Fortaleza anunciou a criação de uma revista educativa de HQs direcionada ao público infantil.

O personagem central - Capitão Tocha - vai passar mensagens de prevenção de acidentes e incêndios. 15.000 exemplares já estão garantidos, o que, se bem distribuído, pode alcançar uma fatia mais do que ponderável da população fortalezense. A Universidade de Fortaleza (Unifor)é a principal aliada do projeto. Segundo o comandante do colégio, coronel Duarte Frota, é a primeira publicação do tipo na América Latina.

Quênia: uma HQ contra a AIDS

Uma HQ educacional sobre HIV/AIDS foi criada no Quênia, pelo médico Kimani Njogu, que também dirige com sucesso um programa de rádio sobre o mesmo assunto, aproveitando um traço cultural dos quenianos: a primeira coisa que eles costumam ler nos jornais impressos são as tiras. O médico diz que o gibi consagra seu antigo desejo de colocar a cultura popular a serviço da saúde.

Os personagens do gibi abordam com sutileza e doses de afetividade o tema, mostrando as realidades de 3 ambientes sociais diferentes do país. Pelo que nos informam os colegas do Réseau Africain de Presse, o gibi não só agrada imensamente à população como tem o apoio da imprensa queniana, que consagra uma média de 3 notas sobre a iniciativa, por semana, desde que ela foi lançada, há 4 anos. Sem dúvida, uma combinação de recursos muito melhor do que o apelo invasivo e descontinuado sobre o tema do atual governo do Brasil.

Uma outra iniciativa no mesmo sentido acontece em Los Angeles (EUA), no dia 15 de Maio. Trata-se do Hard Heroes 2, uma festa à fantasia no MJ´s Bar em que as pessoas irão vestidas de personagens de HQs, e cuja verba será revertida para a OnG Being Alive, que dá apoio a aidéticos.

225 peças arqueológicas em mostra de Astérix

La Pulperie de Chicoutimi, um complexo de atrações culturais e turísticas dedicado à valorização do patrimônio de Saguenay - Lac-Saint-Jean (no Québec) e também à difusão da arte e da história, leva aos canadenses a forma interessante de associar a genial criação de René Goscinny ao conhecimento arqueológico criada pelo museu de Leiden, o Museu Nacional de Antiguidades da Holanda.

Assim, até 8 de janeiro de 2006, os jovens de todas as idades do Québec podem se maravilhar com peças que reconstituem, minuciosamente, a vida quotidiana na aldeia gaulesa de Astérix, dos instrumentos usados na medicina à época até as forjas da quais saíam as armas dos guerreiros.

Brinquedotecas

A Associação Brasileira de Brinquedotecas - ABBri - está promovendo uma campanha para aumentar o número de associados em todo o Brasil. O principal objetivo é ampliar a capacidade de formar novos educadores especializados em brinquedotecas. O número de brinquedotecas no Brasil atualmente anda na casa de 3.000. Porém, na maioria deles, não há profissionais com qualificação adequada. Dificilmente se poderia querer melhor parceiro para a Nona Arte brasileira. Mas como não há nenhuma entidade que organize os profissionais do setor, resta apenas esperar que uma de nossas editoras de quadrinhos consiga perceber as possibilidades que este grande número de centros de convívio infantil oferece. O número deve aumentar, pis uma lei aprovada em março torna obrigatória a instalação de brinquedotecas em unidades de saúde que ofereçam atendimento pediátrico em regime de internação. A ABBri também publica o periódico informativo O Brinquedista.

Ziraldo na 5ª Feira Nacional do Livro

A 5ª Feira Nacional do Livro, de Ribeirão Preto, espera 290.000 visitantes e 300 escritores brasileiros e estrangeiros. Para acelerar a divulgação do evento - que acontece em setembro, a organização da feira escolheu divulgar em primeiro lugar 2 nomes: o do Ziraldo e da acadêmica Nélida Piñon. Ambos com a marca de ser não só bons artistas, mas também de ser agentes da integração da criação nacional com a de outros países.


  facebook

Por: Neorama dos Quadrinhos

 

 



Myrkos
 
Sebastian X
 
Brad Barron
Revista Zoo

Tags :



 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil